19 de out de 2016

Professora da Rede Municipal, Lilian Lima, lança novo  livro 


Professora da Rede Municipal, Lilian Lima, lançará nesta quinta, 20 de outubro, seu quarto livro


Lilian Lima, Professora da Rede Municipal de Itabuna desde 2002, graduada em Filosofia pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Especialista em Filosofia Contemporânea, pela mesma Universidade e Mestra em Educação, Sociedade e Culturas pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) estará lançando nesta quinta-feira, 20 de outubro, à partir das 18h:30min na Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania – FICC, seu mais novo trabalho: “Escola Analógica, Sociedade Digital: Educação do Século XIX, alunos do século XXI”, cuja editora é a Via Literarum.



O mergulho pela literatura aconteceu, ainda, em 2007, quando a autora se desafiou a lançar seu primeiro livro, intitulado “Escola não é Circo, Professor não é Palhaço: intencionalidade e educação”, pela WAK Editora. Para sua surpresa, suas escrituras foram lançadas com mão direita, visto que seu livro alcançou a segunda colocação em vendagens na Bienal do Rio de Janeiro em 2007, ficando atrás, somente, do livro “Tropa de Elite”.
Lilian, não se contentou com, apenas, uma obra. Ao adentrar no Mestrado na UEFS, se viu instigada à produzir mais, o que resultou no lançamento de outros três livros, estando agora com o lançamento de seu 4º livro à todo vapor. O trabalho já começa bem, uma vez que o prefácio da obra fora escrito por ninguém mais do que Pedro Demo e o pósfácio por Celso Antunes, duas sumidades quando o assunto é educação.
No novo trabalho, a autora mergulhou no universo das novas tecnologias aplicadas na educação e o mais interessante é que a sua obra não se restringe apenas aos educandos, mas também aos docentes, pais de alunos, comunicadores e até profissionais da área da saúde. “Nesta obra, Eu e as outras autoras, estamos estudando o anacronismo entre a educação escolar e as novas tecnologias existentes na sociedade contemporânea, buscando alternativas que viabilizem uma relação mais harmoniosa entre elas, em que a tecnologia não seja percebida como um elemento competidor da prática docente, mas como um elemento auxiliar”, declara a autora, que divide o trabalho com as, também, professoras: Clarice Andrade, Rita Teles e Simone Pereira.
Lilian, que também é psicanalista, atua hoje como professora de Filosofia da Rede Municipal na Escola Flávio Simões, e na Rede Estadual no Centro Estadual Profissionalizante – CEEP. Muito satisfeita com os desdobramentos do seu trabalho, fez questão de vir ao SIMPI para convidar os colegas professores como forma de compartilhar este momento de grande importância em sua carreira. “Aguardamos todos os professores e interessados em nosso coquetel de lançamento, onde haverá um ambiente descontraído com música ao vivo e uma noite de autógrafos”, finaliza Lilian.
Fonte: ASCOM SIMPI








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi, deixe seu comentário aqui. Participe.